Banner-Site-fw-fw

Especial Rock In Rio: Panic! at the Disco


Olá Starters!

Dando continuidade ao nosso especial ROCK IN RIO, estarei falando sobre uma banda que sou muito fã (e estou mega triste de não poder vê-los), sendo honesto, eu adoro música, mas nunca fui um "fã raiz" que sabe tudo da banda que gosta, eu simplesmente só gosto de curtir a música sem nem saber os nomes dos integrantes, ENTRETANTO, como nosso site tem que ser baseado nas informações, eu corri muito atrás de conhecer mais sobre a banda que eu gosto e me surpreendi bastante e logo em seguida, comecei a pesquisar sobre outras bandas que eu gosto e não conhecia bem, para entender melhor sua história, sua trajetória e afins. Então, devo dizer que fazer esse especial Rock In Rio para o site, ampliou e muito minha visão sobre as coisas que gosto, espero que gostem do texto!

Panic! at the Disco é uma banda de Indie dos Estados Unidos formada em 2004 em Las Vegas, Nevada integrada inicialmente pelo vocalista Brendon Urie, o baixista Jon Walker, o guitarrista Ryan Ross e o baterista Spencer Smith.

A banda ganhou destaque mundial após vencer o prêmio de "Vídeo do Ano" no "MTV Vídeo Music Awards 2006" por "I Write Sins Not Tragedies".

Infelizmente, nem tudo são flores, devido a desentendimentos entre os integrantes da banda atualmente, Brendon Urie resta como único integrante oficial do Panic! at the Disco.

Abaixo os detalhes de cada álbum que eles lançaram desde 2005!

A Fever You Can't Sweat Out | Decaydance Records, Fueled by Ramen


Lançamento: 27 de setembro de 2005
Gênero: Pop rock, pop punk, indie rock, emocore, synthrock, power pop, electropop
Gravadora(s): Decaydance Records, Fueled by Ramen
Número de Faixas: 13 faixas
Cópias Vendidas: 3.500.000
Certificações: 6x Platinas

Pretty. Odd. | Decaydance Records, Fueled by Ramen


Lançamento: 25 de março de 2008
Gênero: Pop rock, pop punk, indie rock, emocore, synthrock, power pop, electropop
Gravadora(s): Decaydance Records, Fueled by Ramen
Número de Faixas: 16 faixas
Cópias Vendidas: 1.500.000
Certificações: 2x Ouro

Vices and Virtues | Decaydance Records, Fueled by Ramen


Lançamento: 22 de março de 2011
Gênero: Pop rock, pop punk, indie rock, emocore, synthrock, power pop, electropop
Gravadora(s): Decaydance Records, Fueled by Ramen
Número de Faixas: 10 faixas
Cópias Vendidas: 500.000
Certificações: 1x Ouro e 1x Prata

Too Weird to Live, Too Rare to Die! | Decaydance Records, Fueled by Ramen


Lançamento: 8 de outubro de 2013
Gênero: Pop rock, pop punk, indie rock, emocore, synthrock, power pop, electropop
Gravadora(s): Decaydance Records, Fueled by Ramen
Número de Faixas: 10 faixas
Cópias Vendidas: N/A (Não divulgado oficialmente as vendas worldwide)
Certificações: 3x Ouro


Death of a Bachelor | Decaydance Records, Fueled by Ramen


Lançamento: 15 de janeiro de 2016
Gênero: Pop rock, pop punk, indie rock, emocore, synthrock, power pop, electropop
Gravadora(s): Decaydance Records, Fueled by Ramen
Número de Faixas: 11 faixas
Cópias Vendidas: 2.000.000
Certificações: 1x Platina e 2x Ouro




Pray for the Wicked | Decaydance Records, Fueled by Ramen



Lançamento: 22 de junho de 2018
Gênero: Pop rock, pop punk, indie rock, emocore, synthrock, power pop, electropop
Gravadora(s): Decaydance Records, Fueled by Ramen
Número de Faixas: 11 faixas
Cópias Vendidas: N/A (Não divulgado oficialmente as vendas worldwide)
Certificações: 1x Prata





A banda começou quando o antigo guitarrista, Ryan Ross, pediu uma guitarra de presente ao seus pais, enquanto o também antigo baterista, Spencer Smith, pedia uma Bateria também aos pais. Em seus primeiros anos, tudo o que eles sabiam fazer era tocar covers de Blink-182. Cansados de fazer covers, decidiram recrutar os amigos Brent Wilson (Baixo) e Brendon Urie (Guitarra).

Houve mudanças quando aconteceu uma apresentação da banda na escola, a qual Brendon participava. Brendon cantou, e os outros integrantes ouviram sua voz e a acharam sensacional. pediram então, para ser o vocalista.

Com o vocalista selecionado! A recém-nascida Panic! at the Disco começou a praticar na sala de estar da avó de Spencer (imagina só essa situação em) e a compor as músicas que iriam eventualmente colocá-los no caminho para o álbum "A Fever You Can’t Sweat Out".

Eles colocaram suas músicas no site MySpace e, não muito depois, a banda despertou o interesse de Pete Wentz, baixista da banda Fall Out Boy, que apresentou a banda à Decaydance/Fueled by Ramen, uma gravadora com espaço para novos talentos. Eles simplesmente se apaixonaram pela gravadora, como Ryan dizia: "Eles entendiam o que queriamos fazer como banda e nos davam a liberdade para fazer o que nos fazia muito feliz com a nossa música".

Após assinar o contrato, as coisas ficaram sérias e começaram a voar. Spencer e Brent terminaram a escola por ensino à distância; Brendon tinha aulas durante o dia, praticava durante a noite e passava com muito esforço em seu último ano escolar. Ryan decidiu abandonar a faculdade no fim de seu primeiro ano, causando uma grande discordância com sua família. Ele dizia: "Foi uma batalha entre fazer o que me fazia feliz e o que o fazia a ele feliz”.

A banda se tornou grande no PureVolume, ficando continuamente no Top 10 de bandas contratadas, e no MySpace, ficando em primeiro na parada indie; e, quando voltaram a Las Vegas depois de gravar, realizaram uma apresentação na cidade-natal - o que era a primeira ao vivo da banda, e mais de duzentas pessoas apareceram. Os pais do garotos, especialmente os de Ryan, perceberam que a banda era mais que um hobby e viraram fãs de carteirinha da banda.

Em 2006 as coisas começam a ficar um pouco ruins, quando Brent Wilson foi expulso da Banda. Eles anunciaram que o motivo da saída de Brent foi por motivos musicais. "Ele estava irresponsável e não estava progredindo musicalmente" Entretanto Brent afirma que a saída seria sobre a questão do dinheiro ter subido a cabeça dos outros 3 integrantes da banda. Com a saída de Brent Wilson, os integrantes do Panic! resolveram convidar Jon Walker para ser o novo baixista da banda.

Logo em 2009 mais 2 integrantes resolvem sair da banda Ryan Ross (Guitarra) e Jon Walker (Baixo), Ross explicou que tiveram problemas por divergências criativas em como seria o rumo da Banda. Ross queria algo mais POP enquanto Brendon queria manter um toque de Rock antigo.

Spencer em 2013 revela que ficou internado em uma clinica de reabilitação após revelar aos seus fãs que tinha problemas com bebidas e remédios, assim se ausentando da banda e em 2015 anunciou sua saída da banda deixando somente, Brendon, como membro inicial.

Playlist Startes

Separamos algumas músicas que achamos que vocês iriam gostar!



É isso pessoal, espero que tenham curtido ler um pouco sobre a história dessa banda maravilhosa e todos os altos e baixos que eles sofreram.

Deixem seus comentários, para saber o que estão achando sobre essa semana de especial do rock in rio!



Postar um comentário

0 Comentários