Banner-Site-fw-fw

RE-Startes: Brisingr



Historinhas de Dragões parte 3!



Olá Starters!

Para retornar bem com os REStartes em novembro, estarei falando simplesmente do terceiro e MELHOR livro da saga Ciclo da Herança de Eragon. Se você perdeu as outras resenhas, você pode ler sobre Eragon e sobre Eldest antes de vir ler essa, corre lá!

Lembrando pessoal, que para poder falar um pouco do livro, terei que soltar alguns spoilers dos livros anteriores, então estejam avisados!

DADOS TÉCNICOS:

Título Original: Brisingr


Autor(a): Christopher Paolini
Editora: Editora Rocco

Gênero: Ficção juvenil, Literatura fantástica, Alta fantasia
Número de Páginas: 831 páginas
Sinopse: Em Brisingr, Eragon e seu dragão, Saphira, conseguiram sobreviver à batalha colossal na Campina Ardente contra os guerreiros do Império. No entanto, Cavaleiro e dragão ainda terão de se deparar com inúmeros desafios. Eragon se vê envolvido numa série de promessas que talvez não consiga cumprir, como o juramento a seu primo, Roran, de ajudá-lo a resgatar sua amada Katrina das garras de Galbatorix. Todavia, Eragon deve lealdade a outros também. Os Varden precisam desesperadamente de sua habilidade e força, assim como elfos e anões. Com a crescente inquietação dos rebeldes e a iminência da batalha, Eragon terá de fazer escolhas que o levarão a atravessar o Império, viajando muito além. Escolhas que poderão submetê-lo a sacrifícios inimagináveis? Conseguirá o jovem unir as forças rebeldes e derrotar o Império?

Após uma descoberta MUITO problemática no livro anterior, Eragon e Saphira conseguem sobreviver a Batalha na Campina Ardente, Eragon se encontra em meio a muitas promessas e juras de lealdade feitas e precisa tomar uma decisão do que fazer e para onde seguir. Cumprir sua promessa com seu primo Roran e Salvar Katrina? Apoiar os Anões em sua próxima decisão? Manter sua vassalagem à Nasuada e fazer o que ela achar melhor?

Em Brisingr, temos um mundo fantasioso de Alagaesia já completamente construído, então é a hora das batalhas se desenrolarem e resoluções de alguns assuntos pendentes.

"O que tiver de acontecer, acontece, e não vou perder tempo de vida a preocupar-me com isso. A infelicidade vai sempre ao encontro de quem a espera. O truque é encontrar felicidade nos breves intervalos entre os desastres."

Brisingr para mim é o que tem o melhor ritmo de escrita, os acontecimentos fluem da melhor maneira que Christopher Paollini conseguiria em suas escritas, sem distuar muito dos outros livros. Apesar de ter uma enrolação aqui e uma descrição desnecessáriamente grande ali. Brisingr consegue ser o melhor livro com situações surpreendentes dentro da Saga O Ciclo da Herança.


"Talvez nenhuma religião contenha toda a verdade do mundo. Talvez toda religião contenha fragmentos da verdade, e é nossa responsabilidade identificar esses fragmentos e juntá-los."

Lembram que eu comentei que em todos os livros ele escreve de maneira duplicada, horas muito cordial e formal e outras com uma escrita mais atual? Isso ainda ocorre em Brisingr, entretanto eu senti uma melhora. Senti que ele tentou se comunicar mais com seu publico de uma maneira atual e de fácil entendimento, o problema atual de Brising, é que ele começou a descrever demais, são paginas inteiras descrevendo um cenário detalhado, o que pra mim foi desnecessário, ele conseguiria passar a ideia do local e deixar a mente do leitor ser criativa.

"O amor pode ser uma maldição terrível, Eragon. Isso pode fazer você esquecer até as maiores falhas no comportamento de uma pessoa."

Em conclusão, Brisingr entrega DEMAIS, com um universo inteiro construído à sua base, ele consegue galgar estradas que somente são possíveis devido à seus livros anteriores. Entregando batalhas com resoluções frenéticas e feridas em nossos sentimentos que não estamos preparados para lidar. Brisingr para mim foi o melhor livro escrito de Christopher Paollini, e eu torço para que em seus proximos, ele tenha inspirações como essa para passar o mesmo sentimento.


NOTA: 4.5/5.0



Postar um comentário

0 Comentários