Banner-Site-fw-fw

Perdidos No Espaço - Segunda Temporada | Crítica

Onde será que a familia Robinson vai nos levar dessa vez?

 Olá Startes!

Antes de começar, vocês devem ter percebido que não tivemos postagens nesse sábado, certo? Então, acontece que nós aqui do staff decidimos que como Janeiro é um mês com números bem baixos por causa das férias, faremos publicações apenas nas quartas-feiras! Mas não se preocupem, em fevereiro estaremos de volta com nossas 2 criticas por semana e mais algumas surpresinhas...

Título Original: Lost In Space
Data de exibição: 13 de Abril de 2018
Número de temporadas: 2
Gênero: Ficção científica, Aventura, Drama familiar
Distribuidora: Netflix
Criador(es): Irwin Allen
Número de episódios: 10 Episódios
Sinopse: Após um evento de impacto que ameaça a sobrevivência da humanidade, a família Robinson é selecionada para a 24ª missão do Resolute, uma nave espacial interestelar que transporta famílias selecionadas para colonizar o sistema estelar Alpha Centauri.

Como vimos na primeira temporada, a familia Robinson e agregados (Don, Smith e Galinha) consegue escapar após ter sua Jupiter lançada através do espaço-tempo graças ao motor alienígena ativado pelo robô, que fica para trás enquanto enfrenta SAR (ou SRA, de acordo com a tradução).

Novamente perdidos, dessa vez em um planeta diferente e com mais experiência, os Robinsons precisam arrumar um jeito de chegar à Resolute de maneira criativa, além de termos também mais informações sobre a origem dos robôs e sua conexão com Will.

A nova temporada segue a mesma estrutura a qual nos acostumamos na primeira, com a família sobrevivendo em um ambiente auspicioso até que algo dá errado, colocando um deles em perigo... mas tudo acaba bem no final! Mas não se engane: isso não tira a emoção, principalmente por não termos mais o robô para resolver tudo até mais ou menos metade da temporada.

Os personagens principais continuam bem aproveitados e desenvolvidos, além de algumas adições que vão conquistar sua simpatia e seu ranço (vai por mim).

Então se você gostou da primeira temporada, pode assistir sem medo: a essência da história continua a mesma, mas deixa um pouco a desejar na revelação de alguns mistérios, criando mais perguntas e não respondendo bem as que já tinhamos. Foco novamente no drama familiar dos Robinsons, e temos um pouco mais de desenvolvimento do Don e da Dra. Smith.

Nota: 4.0/5,0


Postar um comentário

0 Comentários